terça-feira, 26 de maio de 2009

Mudam-se os tempos

O sexo é o tema do momento nos telejornais.

Primeiro tivemos a notícia da shô doutora professora, afirmando que todos os seus alunos de 12 anos já não eram virgens e que possivelmente trocavam favores sexuais por bollycaos à hora do recreio.

Depois passou a falar-se da distribuição livre de preservativos nas escolas.

Mas querem dar cabo de tudo?

E a nossa tradição da gravidez adolescente? As tradições são para serem celebradas, não compreendidas!

Qualquer dia os Bastinhas recusam-se a torturar touros ali no Campo Pequeno alegando que se trata de crueldade.

Ou então, vão-me dizer que o galo de Barcelos não voltou mesmo à vida - o que se vai fazer a tanta figura e panos de cozinha por tantas lojas de souvenirs por este Portugal?

Pior, vão dizer que afinal na Cova da Iria o sol não bailou - os putos é que andaram de volta das papoilas...

Está tudo perdido! Já não há valores...

Para onde vais Portugal?

14 comentários:

anatcat disse...

Reza a lenda que a tradição já não é o que era :|

AD disse...

Os pais têm medo da educação sexual por causa dos trabalhos de casa. E dos trabalhos de grupo. É compreensível.

Mas nem tudo é mau. Ainda não há muito tempo vi uma reportagem em que uma adolescente dizia que não receava doenças venéreas porque tomava a pílula. Espero que ela goste de surpresas.

AD disse...

E quem nunca trocou um Tou por um beijinho que atire a primeira pedra.

gimbras.nofuturo.com disse...

É o apocalipse.

grassa disse...

Concordo!

Uma rapariga que não engravide aos quinze anos não sabe o que é a vida!

A disse...

e as visitas de estudo, AD, esqueceste-te das visitas de estudo.

PWFH disse...

Qualquer dia torna-se mesmo impossível ir mandar uma atrás dos pavilhões.

gimbras.nofuturo.com disse...

Quem me dera poder voltar atrás dos pavilhões. Que tradição enternecedora!

grassa disse...

Havia o mito urbano na nossa secundária de que a Carla das Mamas Grandes já tinha levado por trás atrás do pavilhão de Educação Física.

Nunca cheguei a corroborar esse mito, mas o Tito jurava a pés juntos que era mentira, pois já lá tinha estado atrás com ela e o máximo que tinha conseguido havia sido uma mão dentro da braguilha.

grassa disse...

Aaaaahhh, a secundária.

Longe vão esses tempos em que eu via na rua uma gaja de saia e cravava essa imagem na memória de curto prazo para masturbação quotidiano-futura.

gimbras.nofuturo.com disse...

grass: "cravava"? Hein? Isso é cravar à tua memória? Fancy!

PWFH disse...

Abriram as festividades no Brain Estruming!

tiagugrilu disse...

- As festividades continuam em
http://brainestruming.blogspot.com/

tiagugrilu disse...

- As festividades continuam em
http://brainestruming.blogspot.com/