segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

A tua cara não me é estranha

Tenho óptima memoria visual.

Mesmo.

Se me sentar em frente a uma pessoa no metro e me cruzar com ela outra vez, lembro-me, não sei é exactamente de onde.

Isto é chato porque já me aconteceu cruzar-me com alguém que cumprimentei e recebi um olhar de espanto em troca. Não foi um "olá, tudo bem?" foi mais um aceno, um olhar "vi-te, conheço-te mas não tenho tema de conversa - até porque não me lembro de onde te conheço".

Hoje, por exemplo, dei por mim parada num sinal a olhar fixamente para um jovem com um ar bastante "oh pra mim aqui tão apetecível e só" (não, não o estava com ar guloso), era-me familiar...

Depois de ter sido catada porque o "animal" que estava atrás de mim buzinou, lembrei-me que era parecido com um primo meu.

Alguma variante edipiana, maybe...

9 comentários:

tiagugrilu disse...

Esse jovem não com ar apetecível não estava montado numa vespa, não?

tiagugrilu disse...

Jovem não? Não faço a mínima ideia do porquê de ter escrito um não ali...

A disse...

eu faço isso com as moças. chego-me por trás e mando um apalpão e chamo-lhes márcia.

depois digo que foi engano.

esta e outras ideias estarão escritas no meu novo livro "desobediência social: torne a sua vida um pouco mais emocionante"

CBlues disse...

Por acaso estava!


...

Ok, não estava (aquele espacinho foi só para deixar o suspense mais tempo no ar).
Passou na passadeira à minha frente, daí a palavra apetecível e a buzinadela (estava a ver como a roupa que trazia lhe ficava bem).

tiagugrilu disse...

LOL

CBlues disse...

Sempre achei que assediar desconhecidos era uma excelente terapia. Acho que o teu livro será um best seller dos livros de auto-ajuda. Entre os fantásticos títulos: "O Segredo das óstias de camarão", "Dr Phill e a varinha mágica" e "Somos todos um monte de esterco".

grassa disse...

A,

Terás de lhe chamar "Desobediência social: torne a sua vida um pouco mais emocionante - O Livro".
Isto porque eu vou escrever "Desobediência social: torne a sua vida um pouco mais emocionante - O Tratado".
Que se seguirá ao meu bestseller "Desobediência social: torne a sua vida um pouco mais emocionante - A Enciclopédia Ilustrada"

A disse...

está certo grassa, mas apenas se o "desobediência social para totós" ficar para mim.

tiagugrilu disse...

Grassa,

Temos um problema. É que eu já escrevi o "Desobediência social: torne a sua vida um pouco mais emocionante - O Tarado" e temo que haja confusões na altura da aquisição.